Como motivar durante a Crise?

Por: Wilson Mileris 22 de outubro de 2021

Para enfrentar cenários como o que estamos vivendo, as ações deverão apoiar-se numa liderança exemplar. Além disso, será necessário criar um clima de confiança e facilitar os relacionamentos com a sua equipe.

Não existe uma fórmula infalível para gerenciar crises como a que alguns setores estão vivendo.

Pretendo trabalhar esse desafio com alguma orientação prática que o ajude a evoluir de “Meu Deus, essa não!” para “Tudo bem, a gente sai dessa”.

Você já sabe que tenho mais de trinta anos atuando como consultor de empresas. Nessas três décadas já vi e vivi crises mais agudas do que essa. O que você acha de conviver com uma inflação de 2.780% ao ano. Pois é, isso aconteceu em 1993. Durante o ano de 1994, lançamento do Plano Real, nossa inflação foi de 1.093%. Somente em 1995 é que um novo tempo começou no que tange à inflação. Nesse ano, a inflação foi de 14,7%.

Hoje, os vários segmentos vivem uma crise maior do que a de 2008. O ano de 2020 foi muito difícil, 2021 gradativamente melhor e esperamos para 2022 a retomada do mercado.

O que fazer num cenário como este?

Você precisa lidar com a situação de uma forma proativa. Vou sugerir algumas ações que podem parecer, à primeira vista, simples, mas não simplistas.

O que pode estar acontecendo na empresa?

Provavelmente um grupo de pessoas desmotivadas, algumas sem rumo, outras trabalhando duro, mas todos sem nenhuma vitória. Talvez uma parte dessas pessoas estejam com a sensação de encontrar-se em um ambiente em que não querem expressar seus pensamentos e a outra parte acha que nada acontecerá mesmo que pudesse expressar alguma opinião.

A crença do líder deve ser a seguinte:

 “Todo mundo deseja vencer. Todo mundo quer ter sucesso. Todos estão indo trabalhar com o desejo de fazer a diferença.”

O Plano de ação, nesse ambiente, deve seguir 12 passos para manter a equipe motivada.

Primeiro, dedicar alguns dias para conversar com todos. Agora é o momento de manter os olhos abertos, fechar a boca e adquirir coragem de encarar a situação para aprender o máximo possível para restaurar a auto estima do grupo.

Segundo, reunir todos da sua equipe e distribuir uma farta quantidade de blocos de notas autoadesivas e solicitar ao grupo que escrevam cinco adjetivos capazes de descrever, na opinião deles, o estado atual da empresa.

Terceiro, pedir que escrevam cinco adjetivos que, na opinião deles, seus outros colegas usariam para descrever a empresa.

Quarto, pedir que escrevam cinco adjetivos que eles acham que os clientes usariam para avaliar a empresa.

Quinto, colar todas as notas em um grande painel. Provavelmente, o quadro será bem desanimador, com palavras como desmotivado, chateado, desorganizado, frustrante, desinteressante, sem reconhecimento, instável, sem treinamento suficiente, mercado ruim, etc. Talvez surjam alguns adjetivos positivos. Cole todos no painel.

Sexto, repita o processo, dessa vez descrevendo como eles gostariam que a empresa fosse no futuro. Induza da seguinte forma: “Se vocês tivessem uma varinha de condão, como gostariam que a concessionária fosse vista dentro de dois a quatro anos?”

Provavelmente surgirão expressões de esperança, sonhos e aspirações. Talvez surjam palavras do tipo: resultados gratificantes, modelo a ser seguido pelas outras empresas, um local de trabalho agradável, parceria, oportunidade de aprender e crescer, verdadeira paixão pela marca que vendemos, etc.

Sétimo, de posse dessa lista de aspirações, você e sua equipe, vão traçar uma visão, uma missão e um conjunto de valores (que alguns chamaram de compromissos). Provavelmente a visão e a missão podem ter, mais ou menos, a seguinte configuração:

NOSSA VISÃO DE FUTURO

Seremos vistos como uma empresa Classe Mundial e com um padrão que servirá de medida na avaliação de outras empresas do nosso setor.

Seremos percebidos como uma empresa que demonstra uma verdadeira paixão por seus clientes.

Seremos reconhecidos no segmento como um modelo a ser seguido, em que cada colaborador se sinta de fato um parceiro, tem as mesmas oportunidades de aprender e crescer e tem consciência do impacto de seu trabalho no sucesso do negócio.

Seremos vistos como um lugar excelente para trabalhar, como uma empresa que apresenta resultados fantásticos e onde o trabalho é divertido.

NOSSA MISSÃO É PROPORCIONAR UM SERVIÇO QUE REALMENTE “ENCANTE” NOSSOS CLIENTES, A CADA MINUTO DE CADA DIA.

Oitavo, realizar nas semanas seguintes, reuniões de 45 a 60 minutos cada, com cada uma das equipes, para a avaliação da empresa.

Começar cada reunião com a seguinte declaração: “Esta é a nossa visão, é com isso que estamos comprometidos”, a fim de que todos fiquem cientes do tema do encontro.

Em seguida, perguntar: “Isso faz sentido para você?” “Há alguma coisa que você queira mudar?”

O objetivo é criar uma atmosfera onde seja possível desafiar cada um a construir uma visão da realidade totalmente nova para a empresa. Deixe claro que a transformação da empresa será uma tarefa de todos. Protagonize todos da sua equipe e afirme: “Se querem agir como parceiros, assumam sua parte de responsabilidade no processo”.

Sinalize para todos que as coisas podem mudar para melhor se todos mudarem suas atitudes.

Nono, enfatizar em todas as reuniões a missão, os compromissos e a visão, tentando criar uma espécie de ritual. Compartilhe mensagens animadoras para a equipe do tipo: “você sugeriu, nós fizemos”.

Décimo, premie aqueles que contribuíram de forma significativa com a concessionária. Pode ser um gerente ou uma faxineira. Faça com que a avaliação dos destaques seja feita pela equipe toda. Destaque aqueles que demonstraram viver na prática os valores estabelecidos pela empresa e que honraram os compromissos assumidos entre eles.

Reconhecimento e comemoração devem constituir temas importantes para sustentar o crescimento da equipe e do ambiente. Talvez seja possível criar um “Dia do Orgulho” ou ação parecida para criar um ritual positivo e que remeta todos à palavra-chave “Orgulho” simbolizando a Responsabilidade Individual na Conquista da Excelência.

Décimo primeiro, aproveitar todas as oportunidades para resgatar os valores, a visão e a missão combinadas por todos. Reforçar o desejo de fazer as coisas de forma inovadora e diferente para manter o ambiente numa espiral crescente.

Décimo segundo, você assumir a postura do líder exemplar para que todos acreditem no mensageiro, para poderem acreditar na mensagem.

Para tornar-se um líder confiável, você tem de ter uma ampla compreensão das crenças mais profundas – valores, princípios, padrões, normas éticas e ideais – que dirigem sua vida. Você deve escolher, com liberdade e sinceridade, os princípios que vão guiar suas ações e decisões. Depois deve expressar-se com toda a franqueza. Comunicar com a máxima autenticidade suas crenças, de uma forma que elas representem fielmente que você é.

Publicado em: 22 de outubro de 2021 por

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Vamos Conversar?